Compartilhe

Planalto Norte recebe capacitação em fiscalização do Simples Nacional.

Publicado em 20/09/2019 às 15:43 - Atualizado em 20/09/2019 às 15:55

Buscando mais modernidade e eficiência, Planalto Norte recebe capacitação em fiscalização do Simples Nacional.

Com objetivo de atender e capacitar fiscais e equipe técnica no planalto norte, a Amplanorte realizou mais um curso em seu auditório, dessa vez com o tema: Fiscalização moderna do Simples Nacional.

 O que é Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário que une os principais tributos e contribuições existentes no país, em sua grande maioria, administrados pela Receita Federal, mais o ICMS (de âmbito dos Estados e DF) e o ISS (de âmbito dos municípios), sendo norteado pela Lei Complementar (LC) 123/2006.

O Sistema do Simples Nacional já passou por mudanças significativas nos últimos tempos, desse modo, a Amplanorte entende que é muito importante que os municípios da região estejam sempre atentos às novas regras e esse evento busca que o auditor possa se adaptar melhor ao sistema e ter mais tranquilidade em seu cotidiano de trabalho.

O evento que contou com a presença de auditores e fiscais tributários de diversos municípios associados e não associados à Amplanorte, aconteceu entre os dias 16 e 17 de setembro, sendo ministrado pelo docente Maico Bettoni.

Maico Bettoni é um experiente auditor fiscal, bacharel em economia (PUC-PR) e direito (Unisociesc), MBA em Direito Tributário (FGV), atualmente ele trabalha na Secretária da Fazenda da Prefeitura de Joinville e já realizou diversas outras capacitações e cursos nessa área de atuação.

 

 

Em busca de uma fiscalização mais moderna e eficiente

A Amplanorte conversou um pouquinho com o Maico para saber como foi a experiência dele enquanto ministrava o curso e daqueles que estiveram presentes nos dias da capacitação.

Segundo Maico Bettoni, os participantes saíram do curso com mais bagagem e conhecimento, podendo começar os trabalhos com o Simples Nacional “Hoje como eles ainda não fazem nenhum tipo de cobrança do simples nacional, certamente poderão entrar recursos dos cofres públicos, por meio das ações que eles fizerem para cobrar as empresas do simples”, completou o docente.

Quando perguntado sobre se houve troca de experiência com os participantes:

Ele citou a diferença entre a forma trabalhada nos municípios e o objetivo de atender ainda mais os municípios menores “A realidade dos municípios maiores é totalmente diferente dos menores e com essa capacitação de ontem e hoje me despertou um interesse de realizar uma ação destinada a esses municípios, uma maneira de diferente de trabalhar, principalmente com o MEI (Microempreendedor individual), fazer um desenquadramento maior dos contribuintes que são MEI, o micro empreendedor acaba sendo a realidade dos municípios menores”.

Para Maico se deve buscar uma forma moderna de fiscalização, diferente da maneira tradicional que muitas vezes penaliza o contribuinte, “A mensagem que eu gostaria de deixar é que se deve mudar a forma de fazer fiscalização, começar a pensar em uma fiscalização mais moderna, mais pedagógica e eficiente, buscar não só penalizar o contribuinte e trazer ele mais perto do fisco, motivando ele a se autorregularizar”.

Conforme ele “Queremos realizar de um modo a beneficiar tanto o contribuinte quanto município, para que esse dinheiro entre para que esse dinheiro entre nos cofres públicos sem a penalização do contribuinte”.

Para saber mais sobre os eventos e ações que acontecem na associação dos municípios do planalto norte, continue acompanhando o site da Amplanorte.

 

Acesse: www.amplanorte.org.br/.

Assessoria de Imprensa

 

AMPLANORTE


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Prof. Maria do Espírito Santo, 400, Centro, Mafra - SC
CEP: 89300-000